Boia 26

 
 

Em semana de ISA Surfing Games o Boia 26 foi resgatar o comecinho dessa história de Brasil competindo em campeonato de seleções, convidando Pepê Cezar, que em 1984 formou a famosa seleção do eu sozinho (junto de outro pernambucano, Eraldo Gueiros) e carregou a bandeira do Salvelindo pelas ruas, pela praia e pelas ondas de Huntington Beach.


Hoje poeta de tempos desocupados e cineasta de ocupação temporal, Pepê dá show de memória e conta como era representar o Brasil num mundo onde o Brasil não existia. Quase duas horas de conversa sobre os passados que o presente inventa e os futuros que o presente evita.


Assim como seu xará em 1976, Pepê assinou seu nome no grande livro da história do surfe quando, alem de inscrever o Brasil na I.S.A. (e convencer Eraldo a compor o time), ainda chegou num honroso e inédito 6º lugar no mundial amador de 1984.
Senta, que lá vem história...

 
 
opiniãoMoistboia, podcast