Assista ao Ruído

 
 
 

O ano vai passando e, quando mal vimos, já é agosto. Depois setembro. E aí já estamos pensando em Natal e fim de ano. Mas no meio dessa história, tem mais uma coisa que se aproxima -- o Mimpi 2018. As inscrições para filmes já estão abertas e, quando mal percebermos, já vai ser novembro, hora de partir para o Rio rumo ao melhor festival de filmes de skate e surf que temos aqui em terras tupiniquins -- talvez até afora, mas isso não saberei até ter dinheiro para rodar o mundo e conhecer todos os outros. E isso pode não acontecer tão cedo.

Saiu recentemente o documentário sobre a edição do ano passado, dirigido por Flashbecker, Lucas Neves e Pedro Damasio, em parceria com o site francês LIVE skateboard media -- e putaqueopariu. Não é apenas um filminho promocional, mas uma reflexão sobre o conceito do festival de 2017, o ruído. E não mostra só ceninhas promocionais de gente tomando cerveja no evento, mas sim os arredores, a parte que a gente não viu. Chippa Wilson e Dion Agius surfando e bebendo pelo Rio, sessões de skate, música, fotografia, tudo amarrado por uma bela narrativa.

Se eu tivesse um festival de filmes de skate e surf, gostaria que fosse como o Mimpi. E se eu fizesse um documentário sobre uma edição desse festival, ia querer que fosse mais ou menos que nem o Ruído. Então assistam porque vale a pena, e fiquem pilhados e compareçam ao festival em novembro. Vocês não vão se arrepender.

[ML]