GENTE QUE SURFA // Julieta Fialho

 
 

A voz do mar fala alto. Depois de ser criada no mar em Camburi, no Litoral Norte de São Paulo, Julieta Fialho se mudou para a capital para tornar-se arquiteta. Uma década depois, o litoral chamou de volta. E hoje, é na praia onde cresceu que ela mantém seu ateliê de xilogravura, o Cauda Gravuras. Ela abriu as portas para a Moist e contou um pouco sobre seu trabalho e trajetória de vida. Assista no novo Gente Que Surfa: